Abrelpe

Abrelpe

Bancos estão retomando imóveis sem devolver parcelas pagas

No ano passado os bancos retomaram mais de 510 imóveis na cidade de São Paulo, por falta de pagamento das prestações de imóveis financiados. Como dizem os corretores que fazem avaliações imobiliárias, este cenário não deve ser diferente este ano. De janeiro até agora, mais de 330 unidades já foram retomadas, o equivalente a 64% do total registrado no ano passado.

Em 1997 foi criada a alienação fiduciária, que vem facilitando a retomada dos imóveis pelo banco no caso de inadimplência, já que esse tipo de processo pode ser feito de forma extrajudicial. Antigamente ela só poderia ser resolvida acionando os tribunais e levava muitos anos para ser resolvida. Hoje ela pode ser feita em cartório. Até que a dívida seja quitada, o banco fica com a propriedade do bem e o comprador fica com a posse da unidade, que o direito de usufruir do bem. http://www.imobiliariamota.com.br/

Se o comprador ficar inadimplente, o banco poderá intimá-lo a pagar o valor total das parcelas atrasadas, acrescidas dos juros e multa. Depois que esta notificação é feita, o comprador tem 15 dias para quitar o débito. Se isso não ocorrer, o banco entra com uma solicitação em cartório para ter a propriedade definitiva do imóvel, que é concedida automaticamente. Em seguida, será feita uma ação judicial para a retirada do direito de posse do comprador.